Tempestades interditam avenidas em Santos

As fortes chuvas que vêm atingindo a Baixada Santista desde a noite de quinta-feira, 26, causaram alguns transtornos aos moradores da região. Uma ressaca obrigou a interdição da Avenida Saldanha da Gama, na orla da Ponta da Praia, em Santos, durante a manhã desta sexta-feira. O índice de precipitação pluviométrica atingiu 58,8 mm na tarde na cidade. Em Guarujá o índice já superou os 74,4 mm. As prefeituras de Santos e Guarujá decretaram estado de observação em ambos os municípios. De acordo com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guarujá, técnicos da Defesa Civil estão fazendo vistorias em pontos críticos da cidade, como o Morro da Cachoeira e a Vila Baiana. Em Santos ocorreram alagamentos nas avenidas Nossa Senhora de Fátima, na Zona Noroeste, Martins Fontes e inúmeras vias no José Menino, como nas ruas nas imediações do Orquidário Municipal. Algumas árvores da cidade caíram. No entanto, até às 16h30 não havia sido registrada nenhuma ocorrência grave ou deslizamento na região dos morros. Os moradores do bairro Tude Bastos, em Praia Grande, também foram prejudicados pelo alagamento de algumas ruas, por causa de entupimento de bueiros. Porém, de acordo com a Prefeitura, esse foi um caso isolado e a chuva não trouxe maiores danos. De acordo com os boletins meteorológicos a previsão é de que a massa de ar frio que atinge todo o Estado se mantenha na região, o que deve ocasionar mais chuvas e agitação no mar até pelo menos a próxima segunda-feira. Mesmo assim, a previsão da Secretaria de Turismo de Santos é de que mais de 250 mil turistas estejam na cidade durante o feriado prolongado do Dia do Trabalho.

Agencia Estado,

27 Abril 2007 | 20h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.