Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Tempo melhora e região serrana do Rio deixa estado de atenção

Cinco pessoas morreram e outras mil tiveram de deixar suas casas em Teresópolis por causa da chuva

Priscila Trindade, estadão.com.br

08 Abril 2012 | 14h38

SÃO PAULO - O Instituto Estadual do Ambiente (INEA) informou que toda a região Serrana do Rio, incluindo Teresópolis, deixou o estado de atenção para deslizamentos na manhã deste domingo, 8. Os municípios de Petrópolis e Nova Friburgo também estavam em atenção desde sexta-feira, 6, por causa da forte chuva que atingiu a região. Desde 8h30, as cidades estão em vigilância.

Cinco pessoas morreram e 15 ficaram feridas. Segundo a Prefeitura, 994 pessoas, entre adultos e crianças, estão desalojadas. As vítimas morreram em deslizamentos de terra nos bairros do Bom Retiro e Quinta Lebrão. Foram interditadas 160 casas, sendo sete no bairro de Fátima, 30 no Perpétuo, 27 no Rosário, cinco no Barroso, duas no Pimentel, seis no Vale da Revolta, 75 em Araras e Santa Cecília; e oito na Coreia. A Defesa Civil trabalha em estado de atenção e mantém equipes nas ruas fazendo o trabalho de avaliação de danos e vistorias.

Em nota, o governador Sérgio Cabral lamentou as mortes ocorridas em Teresópolis. Cabral determinou o apoio e ações imediatas por parte das secretarias de Estado de Defesa Civil, com reforço de homens e equipamentos do Corpo de Bombeiros; máquinas do Inea e de Obras; de Saúde, mobilizada para o atendimento necessário; além da Assistência Social necessária.

Doações. Neste sábado, 7, as Secretarias de Meio Ambiente e Defesa Civil e de Desenvolvimento Social, iniciaram a distribuição de donativos e kits contendo colchonete, cobertor, leite e água às vítimas das chuvas. Na Ilha do Caxangá foram entregues 91 kits e em Vargem Grande, cerca de 100 kits foram distribuídos. Ainda hoje, 150 kits serão entregues na Quinta Lebrão. Hoje, o trabalho prossegue, atendendo outras comunidades atingidas.

Hoje, o deslocamento da frente fria em direção ao estado do Espírito Santo deixou o dia com céu claro a parcialmente nublado na região Serrana. Apesar da melhora no tempo, ainda podem ocorrer rápidas pancadas de chuva isoladas nesta tarde.

Deslizamentos. Em janeiro de 2011, fortes chuvas e deslizamentos deixaram cerca de 900 mortos e destruíram comunidades inteiras na região serrana do Rio de Janeiro. Apenas em Teresópolis, as enchentes e os desabamentos ocorridos na madrugada de 12 de janeiro do ano passado deixaram 392 mortos confirmados, além de 180 desaparecidos, nas 80 localidades atingidas.

Mais conteúdo sobre:
chuva atenção região serrana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.