DEFESA CIVIL/DIVULGAÇÃO
DEFESA CIVIL/DIVULGAÇÃO

Temporais deixam dois feridos e interditam estradas no litoral de São Paulo

No Guarujá, uma casa desabou e atingiu mães e filho que estavam na garagem do imóvel

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

04 de fevereiro de 2020 | 20h08

SOROCABA – Os temporais que atingem o litoral de São Paulo desde a tarde de segunda-feira, 3, já deixaram duas pessoas feridas e três estradas interditadas. Na manhã desta terça-feira, 4, uma casa desabou no Morro do Macaco, em Guarujá. A estrutura atingiu mãe e filho que estavam na garagem da residência. Socorrido pelos vizinhos, os dois foram levados para o Hospital Santo Amaro. O estado de saúde era estável. O imóvel foi interditado e a família, desabrigada, recebeu apoio da assistência social do município.

Em Caraguatatuba, chuvas intensas deixaram alagados os bairros Massaguaçu, Martim de Sá e Porto Novo. Moradores foram resgatados de bote pelo Corpo de Bombeiros. O rio Tabatinga, na divisa com Ubatuba, saiu do leito e invadiu estradas. Equipes trabalhavam na desobstrução de ruas e estradas atingidas por deslizamentos. Uma via cedeu na região do Morro Santo Antônio. As aulas foram suspensas, nesta terça, na Escola Municipal Profa. Maria Thereza Souza Castro, no Jetuba, depois que a inundação invadiu o local.

Segundo a Defesa Civil, em 72 horas, o acumulado de chuvas chegou a 270 milímetros em alguns pontos da região, quase todo o previsto para o mês. Em Ubatuba, a chuva alagou bairros e invadiu casas. Três famílias foram retiradas dos imóveis e acomodadas em casas de parentes. Em Peruíbe, no litoral sul, a Estrada do Verde Mar e a rodovia da Serra do Grajaú tiveram deslizamentos e foram interditadas. Na tarde desta terça-feira, equipes trabalhavam na remoção das barreiras.

TAMOIOS

A Rodovia dos Tamoios, principal acesso ao litoral norte, completou 24 horas de interdição na tarde desta terça-feira, 4, devido ao risco de queda de barreiras. De acordo com a concessionária, a rodovia foi fechada no trecho de serra, entre o km 58 e o km 81, porque a chuva acumulada na região ultrapassou 100 milímetros em 72 horas. No fim da tarde, foram realizadas operações comboio para a remoção de veículos que ficaram retidos na estrada, mas a rodovia permanecia interditada. O tráfego estava sendo desviado para as rodovias Oswaldo Cruz (SP 125) e Mogi-Bertioga (SP 88).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.