Temporais prejudicam o trânsito em seis rodovias federais em MG

Tráfego deve ser liberado na BR-356 na região de Ouro Preto nesta quinta-feira, 5

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

04 Janeiro 2012 | 15h21

SÃO PAULO - Seis rodovias federais que cruzam o Estado de Minas Gerais estão com o tráfego interrompido, total ou parcialmente, em decorrência das fortes chuvas que atingem diversos municípios nos últimos dias.

Segundo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a BR-356 está bloqueada em Ouro Preto. Equipes trabalham na construção de um desvio na altura do km 82 e na remoção da barreira no km 84. O trânsito nesses locais devem ser liberados na quinta-feira, 5.

Na mesma rodovia, na altura do km 244, em Ervália, um bueiro rompeu devido ao transbordamento de um rio. Ainda amanhã, o Dnit inicia a construção de um desvio para permitir a passagem de veículos no local.

A rodovia também tem problemas na região de Itabirito, no km 32, e no km 68, em Amarantina, km 263 e 269, ambos em Muriaé. Entre o km 40 e o km 50 da rodovia, foi implantada a operação Pare/Siga devido a quedas de barreiras.

Já na BR-354, no km 555, a ponte sobre o Rio São João foi interditada devido ao rompimento do aterro na cabeceira. A ponte não apresenta problemas estruturais aparentes. O motorista que transita pela região deve desviar por Oliveira, em direção à BR-381, ou passando pelos municípios de Campo Belo, Boa Esperança e Nepomuceno. A rodovia também está prejudicada na altura do km 472, em Arcos, devido a erosão em aterro.

A BR-040 está parcialmente interditada no km 583, em Itabirito, e, a BR-262 no km 174, em São Domingos do Prata.

A BR-267 tem dois pontos de interdição, no km 219, em Bom Jardim de Minas, onde o tráfego está em meia pista devido a queda de barreira, e no km 449, em Machado, onde os carros transitam pelo acostamento.

O rompimento de um bueiro também afeta a BR-393, no km 42, em Além Paraíba. O trânsito flui em meia pista.

Mais conteúdo sobre:
Minas Geraisrodovias federais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.