Temporais provocam transtornos no RS e em MG

O temporal que caiu na madrugada desta segunda-feira deixou três cidades da região metropolitana de Porto Alegre sem energia elétrica. A queima de um transformador provocou interrupção no abastecimento em Sapucaia do Sul, Esteio e parte de Canoas. Segundo a Companhia Rio-grandense de Saneamento (Corsan), o serviço deve ser normalizado até a noite desta segunda-feira.Na fronteira oeste, a queda de uma torre de transmissão deixou sem luz as cidades de Rosário do Sul e São Gabriel. No total, o problema atinge 33 mil clientes da AES Sul; a empresa espera restabelecer o fornecimento até o fim do dia. Em Porto Alegre, a chuva durou pouco mais de 10 minutos, mas foi o suficiente para alagar ruas e avenidas; no bairro Auxiliadora, na zona norte, a água acabou invadindo carros. A Avenida Ipiranga, uma das mais movimentadas da capital gaúcha, também ficou inundada. Os bombeiros resgataram moradores de rua que dormiam nas pontes do Arroio Dilúvio. O nível do Rio Arroio subiu quase dois metros.Também foram registrados alagamentos na Avenida Ceará, entre Dona Margarida e 18 de Novembro, e na 18 de Novembro entre a avenida Pernambuco e Rua Sarmento Barata. A Avenida Goethe chegou a ser bloqueada no sentido norte-sul, mas foi liberada. A Rodovia BR-116 ficou interditada por meia hora em São Lourenço do Sul, no interior do Estado, devido à queda de uma árvore sobre a pista.Minas GeraisDuas pessoas morreram soterradas durante a madrugada desta segunda-feira, em Cantagalo, município do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. Segundo os bombeiros, um casal estava em casa, próximo a uma encosta, quando houve um deslizamento de terra.Durante a forte chuva que atingiu a região, a moradia foi destruída e as duas pessoas morreram na hora. Com as mortes, subiu para 14 o número de vítimas em razão de acidentes provocados pelas chuvas em Minas Gerais desde outubro. Outras 36 pessoas ficaram feridas e quase 10 mil ficaram desabrigadas ou desalojadas. A Prefeitura de Cantagalo decretou situação de emergência, elevando para 42 o número de municípios mineiros em estado crítico por causa das chuvas. Esta matéria foi alterada às 11h22 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.