CORPO DE BOMBEIROS/MG
CORPO DE BOMBEIROS/MG

Temporal deixa carros empilhados e pessoas ilhadas em BH

Segundo Defesa Civil, volume registrado em 40 minutos foi o equivalente a mais de 40% do esperado para todo o mês de outubro; há previsão de chuva para esta quarta

Leonardo Augusto, Especial para o Estado

28 Outubro 2015 | 09h55

BELO HORIZONTE - Depois de quase dois meses de período seco, um temporal alagou avenidas e arrastou carros em Belo Horizonte na noite desta terça-feira, 27. Veículos ficaram empilhados uns sobre os outros e pedestres, ilhados, tiveram de ser resgatados pelo Corpo de Bombeiros. A chuva atingiu principalmente a região de Venda Nova, ao norte da capital.

Na região centro-sul de Belo Horizonte, o temporal durou aproximadamente 20 minutos. O trânsito ficou congestionado próximo à Assembleia por volta das 19 horas. Houve retenções ainda próximo à Praça Sete. Há previsão de mais chuvas nesta quarta-feira, 28, que podem ocorrer ao longo de todo o dia, na capital, e também na Grande BH, além do Triângulo Mineiro, onde se concentra parte das hidrelétricas da Cemig.

Em nota, a prefeitura de Belo Horizonte afirmou que "desde as 7 horas da manhã de hoje (quarta-feira), 80 homens das equipes de manutenção e limpeza da Secretaria de Administração Regional Venda Nova estão em ação, nas Avenidas Vilarinho e Álvaro Camargos, verificando os danos provocados pela forte chuva de ontem à noite (terça-feira) e realizando a limpeza desses logradouros. Ainda na noite de ontem (terça), três reboques da BHTrans já trabalhavam na remoção dos veículos arrastados pela água".

Segundo a Defesa Civil, o volume de chuva registrado em 40 minutos foi de 57 milímetros, o equivalente a mais de 40% do esperado para todo o mês de outubro. Por isso, a prefeitura afirma que, apesar de as equipes já terem realizado a vistoria e a limpeza de todas as bocas de lobo da região, o escoamento não foi suficiente para evitar o alagamento. "As equipes continuam mobilizadas, vistoriando vias e galerias, e trabalhando na limpeza e na recuperação das áreas danificadas", afirma a nota oficial.

Mais conteúdo sobre:
Minas Gerais Belo Horizonte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.