Temporal provoca recorde de congestionamento em SP

O trânsito era caótico na noite desta sexta-feira, 16, na capital paulista por conta do excesso de veículos e dos alagamentos, provocados pela forte chuva que ainda atingia a cidade, deixando todas as regiões em estado de atenção. Às 19 horas, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 183 quilômetros de congestionamento em toda a cidade, recorde do ano para o período vespertino. A média para o horário é de 134 quilômetros. O último maior índice de lentidão também foi registrado nesta sexta, às 18h30, quando a morosidade alcançou 163 quilômetros. Dos pelo menos 47 pontos de alagamento registrados pelo Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura (CGE), até as 19h, pelo menos 32 continuavam ativos, sendo 16 intransitáveis. TrânsitoNo mesmo horário, o pior trecho estava nas pistas expressa e local da Marginal do Tietê, sentido Penha-Lapa, onde o engarrafamento era de 15,7 quilômetros, entre as pontes Aricanduva e Piqueri. No Corredor Norte-Sul, formado pelas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães, rumo à Santana, a lentidão era de 7,2 quilômetros, desde o Viaduto Indianópolis até a Praça da Bandeira.Já nas pistas local e expressa da Marginal do Tietê, sentido Lapa-Penha, a morosidade era de 6,9 quilômetros, desde à Rodovia dos Bandeirantes até a Ponte Freguesia do Ó. AcidenteUm acidente envolvendo um caminhão e um carro está bloqueando o tráfego na pista expressa da Marginal o Tietê, sentido Lapa-Penha, na altura da Ponte das Bandeiras, na noite desta sexta.Segundo a CET, a colisão ocorreu por volta das 18 horas e os veículos ocupavam todas as faixas da via. O tráfego está sendo desviado para a pista local. ResgateEm uma galeria fluvial do Rio Tietê, na altura da Ponte do Piqueri, na Freguesia do Ó, um homem foi resgatado por volta das 19h, após ter sido arrastado pela enxurrada após sair do carro.O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 17h30 e dez equipes partiram para o local. Resgatada, a vítima foi encaminhada para o Pronto-socorro da Cachoeirinha. Fechamento de CongonhasDevido ao excesso de chuva, a Infraero interditou pela terceira vez no final desta tarde a pista principal do Aeroporto Internacional de Congonhas para pousos e decolagens. O último fechamento ocorreu às 18h55 e as operações foram normalizadas às 19h28Antes, a pista fora fechada outras duas vezes, das 16h06 às 17h22 e das 18h06 às 18h15. A suspensão de pousos e decolagens é tomada por medida de segurança, após medição do acumulo de água na pista.Com as interdições, aumentou o número de atrasos de partidas e chegadas. Às 19 horas, havia 63 decolagens fora do horário programado, das 265 programadas para esta sexta. Ou seja, 23,8%. Segundo dados da página da Infraero, 33 pousos estavam fora do horário programado no mesmo horário. Mais cedo, quando da primeira interdição, 14 decolagens eram registradas com atrasos acima de 45 minutos. Texto atualizado às 19h50

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.