Temporão anuncia R$ 100 milhões para ajudar vítimas em SC

Ajuda do governo federal às vítimas da chuva deve chegar a até R$ 1 bilhão; Lula vai ao Estado nesta quarta

Julio Castro, especial para O Estado de S. Paulo,

26 de novembro de 2008 | 12h06

O ministro da Saúde José Gomes Temporão anunciou no fim da manhã desta quarta-feira, 26, três medidas de seu ministério para socorrer os atingidos pelas cheias em Santa Catarina: RS$ 100 milhões que serão aplicados em medidas preventivas de doenças endêmicas relacionadas a enchentes, como hepatite, leptospirose; 17 toneladas de medicamentos que poderão atender uma demanda de 90 mil pessoas por um período de três meses, além de um hospital de campanha - em local ainda não definido - para atuar como centro de triagem.     Veja também: Seis cidades decretam estado de calamidade Lula sobrevoa áreas atingidas nesta quarta Temporão anuncia medida de socorro BRs-376 e 101 são parcialmente liberadas População pode consumir água de piscinas Cerca de 80 mil imóveis continuam sem luz Chuva deve continuar até sexta-feira Banco do Brasil anuncia ajuda a clientes de Santa Catarina Força Nacional de Segurança segue nesta tarde para SC Defesa Civil abre conta para doações Tragédia em Santa Catarina  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Número de vítimas deve subir  Para governador, será preciso muito recurso  Morador de Blumenau relata a situação         O ministro informou ainda que na chegada do presidente Luis Inacio Lula da Silva no início da tarde desta quarta-feira, o governo federal deverá anunciar a liberação de R$ 200 milhões em caráter de urgência por meio de uma Medida Provisória a ser editada. Segundo informações da coluna Direto da Fonte, a ajuda do governo pode chegar a até R$ 1 bilhão - incluindo ajudas para a Defesa Civil em cidades de outros Estados.   Nesta quarta, Lula deve sobrevoar as áreas atingidas pelas chuvas em Santa Catarina. Segundo fontes do Planalto, Lula, que se encontra no Rio de Janeiro, deve seguir de avião, no final da manhã, para Navegantes, no litoral catarinense, e dali ele pega um helicóptero, às 13h45, para ver os estragos causados pelos temporais.   Em entrevista coletiva na terça-feira, 25, o governador Luiz Henrique disse que os ministros das Cidades, Márcio Fortes, e da Defesa, Nelson Jobim, também deverão visitar Santa Catarina nos próximos dias.   Na terça, o governo federal anunciou que vai liberar, preliminarmente, R$ 40 milhões para a recuperação das rodovias federais danificadas pelos deslizamentos no Estado. A promessa foi feita pelo ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, num encontro na residência oficial do governador catarinense, Luiz Henrique da Silveira, em Florianópolis.   Ainda em Santa Catarina, o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, e o secretário especial de Aqüicultura e Pesca, Altemir Gregolin, prometeram que não faltarão recursos para atender as famílias atingidas. O governo federal deve disponibilizar nos próximos dias um crédito extraordinário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.