Temporão defende debate sobre descriminalização da maconha

Ministro da Saúde tem reunião com Tarso Genro e secretário de Direitos Humanos para discutir o tema

Fabiana Cimieri, de O Estado de S. Paulo,

12 Fevereiro 2009 | 14h22

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, defendeu nesta quinta-feira, 12, a abertura de um amplo debate sobre a descriminalização das drogas. "Se analisarmos a luta dos países em relação ao tráfico de drogas e o consumo de drogas ilícitas, ela é um retumbante fracasso. O consumo não diminuiu e as prisões estão abarrotadas", afirmou o ministro. Na quarta, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também defendeu a descriminalização da droga.   Temporão já marcou uma reunião com o ministro da Justiça, Tarso Genro, o secretário especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi e o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, para discutir possíveis alterações na legislação e como a Saúde pode se preparar para uma eventual descriminalização. "Mas tudo tem que ser feito com prudência", ponderou Temporão.  O ministro citou o caso da Inglaterra, que liberou o uso da maconha por alguns anos, mas teve que recuar. Indagado se era contra ou a favor da descriminalização, o ministro respondeu: "sou a favor do debate".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.