Tenente morre durante treinamento na Amazônia

Durante uma marcha de treinamento do Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), morreu na madrugada da quarta-feira, 25, em uma área de mata fechada do Exército próximo a Manaus o segundo-tenente Elias Matias da Silva Júnior, de 24 anos. O tenente, segundo nota da assessoria de imprensa do Comando Militar da Amazônia (CMA) servia no 1º Grupo de Artilharia de Selva, em Marabá, no Pará e estava em Manaus fazendo o Curso de Operações na Selva.De acordo com a nota do Exército, o soldado "sentiu-se mal" e foi atendido por três médicos que prestavam assistência ao curso. "As providências foram tomadas e os sintomas apontavam para um simples mal-estar. Mesmo com quadro estável, o oficial foi levado em uma ambulância para Manaus", diz a nota.Ainda segundo a nota, o militar morreu durante este deslocamento, na própria ambulância. O texto informa ainda que o CMA instaurou um Inquérito Policial Militar para investigar as causas do acidente e que vai aguardar o laudo do Instituto Médico Legal (IML) para ter "informações mais precisas a respeito das causas da morte do oficial".O texto informa, ainda, que a marcha realizada pelo oficial "é uma atividade do Curso de Operações na Selva que demanda um esforço físico moderado e estava sendo realizada por outros 68 alunos do curso, destinado a oficiais superiores, capitães e tenentes, com idades variando entre 22 e 47 anos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.