Tensão cresce em Bangu. Reféns entram em desespero

Está tensa a situação no Complexo Penitenciário de Bangu, onde presos estão rebelados há 27 horas. Agora há pouco, 12 carros dos Serviços de Operações Especiais entraram no Complexo, e foram ouvidos tiros. Parentes de presos, e dos 39 reféns, entraram em desespero. As mulheres de presos deitaram no chão em frente guarita, impedindo que novos carros entrassem. Elas estão sendo contidas por uma barreira de policiais, montados a cavalo, e com cães ferozes. O Secretário de Administração Penitenciária, Astério Pereira dos Santos, chegou há cerca de uma hora no presídio.Para ler mais sobre a rebelião em Bangu 3: » Situação em Bangu 3 é insuportável, dizem refém, pelo celular » Retomadas as negociações em Bangu 3 » Governo do Rio suspende negociações com presos de Bangu 3 » Presos não conseguirão fugir, diz secretário » Operadoras prometem bloquear celulares na área de Bangu

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.