Tentativa de assalto deixa dois feridos

Ex-PM foi abordado na saída do banco e trocou tiros com bandidos

José Dacauaziliquá e Daniela do Canto, O Estadao de S.Paulo

20 de março de 2009 | 00h00

Um policial militar aposentado e um criminoso ficaram feridos numa troca de tiros durante tentativa de assalto na frente de um banco, na manhã de ontem, no Jardim Independência, zona sul de São Paulo. Na noite anterior, bandidos estouraram com um martelo a porta de uma agência bancária em Guarulhos, na Grande São Paulo.O crime da zona sul aconteceu na porta da agência do HSBC, da Avenida Cupecê. Segundo a polícia, seria uma tentativa de assalto a um cliente do banco (conhecida como saidinha), que havia acabado de sacar dinheiro. A polícia, porém, não descarta a hipótese de que se tratasse de um assalto a banco.O cliente, sargento aposentado da PM - que não teve o nome revelado pela polícia -, trocou tiros com um dos bandidos. Ele levou um tiro na boca e numa das pernas. O assaltante foi baleado também numa das pernas.O sargento e o criminoso foram levados para o pronto-socorro do Hospital do Jabaquara, na zona sul de São Paulo, onde continuam internados. O preso ficou internado sob escolta policial. Eles não correm risco de morte. O outro bandido conseguiu fugir. O caso foi registrado no 43º Distrito Policial (Cidade Ademar).GUARULHOSSegundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), eram 22h30 quando o alarme do banco Itaú localizado na Avenida Santos Dumont, na Cidade Satélite, em Guarulhos, disparou. A Polícia Militar foi avisada e, quando as equipes chegaram, os bandidos já haviam fugido. Eles viram que as portas de vidros estavam quebradas e que no local um martelo havia sido abandonado.Os bandidos fugiram sem levar nada. O local foi periciado e a polícia aguarda que o setor de segurança do banco envie as imagens do circuito interno. O caso foi registrado no 4º Distrito Policial da cidade.LEVANTAMENTOEm uma semana, a capital paulista foi alvo de dez ataques a bancos e caixas eletrônicos. Embora a Polícia Civil não divulgue o número consolidado de roubos a banco em São Paulo, levantamento feito pela reportagem mostra que pelo menos 20 ocorrências desse tipo foram contabilizadas em 2009.Somente no quinto dia útil deste mês, cinco agências bancárias foram atacadas por criminosos em vários pontos da capital. No crime mais violento, anteontem ao meio-dia, bandidos e seguranças de um carro forte da Protege trocaram tiros por cinco minutos na Vila Joaniza, na zona sul, na frente de uma agência do Bradesco. Pelo menos nove carros de clientes foram atingidos por tiros.Duas famílias que passavam de carro pela via foram obrigadas a ajudar parte da quadrilha na fuga. Ninguém foi preso. NÚMEROS10 ataquesa bancos foram registrados em São Paulo em uma semana20 ocorrênciasdo tipo foram contabilizadas desde o começo do ano5 agênciasbancárias foram atacadas somente no último quinto dia útil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.