Teotônio e Lessa disputam 2º turno; Collor fica fora

O governador Teotônio Vilela Filho (PSDB) liderou a votação para o governo de Alagoas, e disputará o segundo turno com o ex-governador Ronaldo Lessa (PDT). Em terceiro lugar, o ex-presidente Fernando Collor de Mello ficou fora da disputa.

Ricardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2010 | 00h00

Os dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontaram Teotônio Vilela em primeiro, com cerca de 39% dos votos válidos; Ronaldo Lessa em segundo, com mais de 29%; seguido de Fernando Collor, com menos de 29%.

Os demais candidatos juntos tiveram pouco mais de 2% dos votos válidos: Mário Agra (PSOL) teve cerca de 1%, enquanto Tony Cloves (PCB) e Jeferson Piones ficaram próximos de 0,5% cada um.

Cerca de 22% dos eleitores alagoanos não compareceram às urnas. Os votos brancos somaram quase 5% e os nulos ficaram próximos de 10%.

O deputado federal Benedito de Lira (PP) liderou a disputa pelo Senado com quase 36%, e o senador Renan Calheiros (PMDB) ficou com segunda colocação, com aproximadamente 33%.

Na terceira colocação, Heloísa Helena (PSOL), ex-senadora e vereadora por Maceió, alcançou 16%, ficando sem a vaga no Senado.

O deputado federal mais votado foi Renan Filho (PMDB), com mais de 140 mil votos válidos, seguido de Celia Rocha (PTB), com 124 mil votos, e de Rui Palmeira (PSDB), com 118 mil votos.

Para a Câmara Estadual, o candidato com mais votos válidos foi Joãozinho Pereira (PSDB). Em segundo lugar, ficou Isnaldo Bulhões (PDT) e, em terceiro, Antonio Albuquerque (PT do B).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.