Terceirizados da Sabesp são feitos reféns por falta d´água

Revoltados com a falta d´água em suas torneiras, moradores do bairro Cantinho do Céu, no extremo sul da capital paulista, resolveram fazer refém uma equipe de uma empresa que presta serviços para a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Para o grupo de moradores, a quebra de uma bomba da estação de Interlagos foi a gota d´água. O problema deixou diversos bairros da zona sul sem água na manhã de sexta-feira. Mesmo com o conserto da bomba ainda pela manhã, o abastecimento ainda não tinha sido regularizado no início da noite. Indignados, os moradores furaram os quatro pneus do carro da empresa terceirizada estacionado na rua. Os dois funcionários faziam um serviço de manutenção que não tinha ligação alguma com a falta de água no bairro. Quando eles retornaram ao veículo, foram rendidos pelos moradores e feitos reféns dentro de uma casa. A condição para soltar os funcionários era o retorno da água para as torneiras das casas, o que ocorreu por volta das 22 horas. A Sabesp não acionou a polícia nem mesmo registrou um boletim de ocorrência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.