Termina assalto a banco com reféns em Minas Gerais

Terminou por volta das 16 horas o assalto a uma agência do Bradesco, em Araporã, cidade de 6 mil habitantes no Triângulo Mineiro. Cinco homens armados invadiram a agência no fim da manhã e chegaram a manter 13 pessoas como reféns durante quatro horas; nenhum dos reféns teve ferimentos.A Polícia Militar de Minas Gerais foi chamada e, com a ajuda de policiais militares de Goiás, conseguiu prender quatro assaltantes. Um integrante da quadrilha, que dava cobertura do lado de fora do banco, conseguiu fugir. Na semana passada, o interior de Minas foi alvo de cinco assaltos a bancos, em três dias. Dois assaltos foram comandados por uma quadrilha de cerca de 15 homens, que roubaram dinheiro de agências do Banco do Brasil e do Itaú, em São Gotardo, no Alto Paranaíba, região vizinha ao Triângulo Mineiro. Na fuga, um policial morreu e oito pessoas foram mantidas como reféns por mais de 12 horas. Os autores dos assaltos em São Gotardo ainda não foram capturados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.