Termina cirurgia em criança esfaqueada pelo vizinho em Itaguaí (RJ)

Agressor foi preso em flagrante pela PM, a quem disse tomar medicamentos controlados

estadão.com.br,

19 Outubro 2011 | 05h08

SÃO PAULO - Terminou às 4 horas da madrugada desta quarta-feira, 19, no Hospital Miguel Couto, no Leblon, zona sul do Rio, a cirurgia, de cerca de três horas, pela qual passou Anderson Silva de Oliveira Júnior, de 4 anos, esfaqueado na cabeça, na tarde de terça-feira, 18, no interior da casa onde mora, no bairro Jardim América, em Itaguaí, na Baixada Fluminense. O menino foi transferido de helicóptero para a capital fluminense.

 

O agressor, José Alves Varela, de 56 anos, vizinho da vítima, foi preso minutos depois por policiais militares, acionados pela mãe do menino, Aline Nascimento Predes, 30 anos, ferida na mão também por Varela. O ataque à criança não teve motivo aparente. José Alves alegou que toma remédios controlados. Aline passou também por cirurgia, realizada no Hospital São Francisco Xavier, em Itaguaí.

 

Anderson continua no Centro de Tratamento Intensivo (CTI); os médicos vão aguardar as próximas 24 horas para saber qual será a reação da criança, que teve fratura do crânio. O acusado foi indiciado por homicídio qualificado, com o agravante da idade da vítima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.