Termina greve de ônibus em São Paulo

O sindicato dos motoristas, o Transurb e a SPTrans chegaram nesta tarde a um acordo para pôr fim imediato à greve de ônibus em São Paulo. Pelo acordo, assinado no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), as empresas têm 48 horas para regularizar a situação dos tíquetes e os funcionários vão discutir em cada companhia a compensação dos dias parados. Além disso o Ministério Público se comprometeu e mediar solução para o pagamento de PGTS e INSS atrasados, "inclusive com assessoramento em possiveis ações a serem ajuizadas", diz o texto do acordo.Segundo o texto do acordo ainda, o Sindicato se comprometeu a não realizar nova greve pelo salário de janeiro, que terá a data de pagamento discutida entre trabalhadores e empresas.A SPtrans vai assumir a operação da empresa América do Sul, devolvida pelo seu proprietário na sexta-feira quando venceram os contratos de emergência. Uma comissão formada pelo Sindicato dos Trabalhadores, Sptrans e Transurb, com acompanhamento do Ministério Público deverá se reunir amanhã para decidir como será o acompanhamento de caixa que será feito na empresa Tiradentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.