Termina o horário de verão

Após 119 dias em vigor, o horário de verão termina em 11 Estados e no Distrito Federal. Se ainda não ajustou o relógio, lembre que desde meia-noite de sábado o relógio deve ser atrasado em uma hora. A medida provocou a redução de 4,5% no consumo de energia no horário de pico em todo o País, segundo o governo federal.

16 Fevereiro 2013 | 22h45

A diminuição na demanda por eletricidade no horário de pico foi de cerca de 2.477 megawatts (MW), ou 4,5% do consumo do País, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Ano passado, quando o horário de verão durou duas semanas a mais, a redução no consumo foi de 2.555 MW. Ainda segundo o ONS, como as usinas termelétricas estavam em pleno funcionamento, a medida contribui para recuperar os reservatórios de água das hidrelétricas.

O governo calcula que cerca de R$ 200 milhões deixaram de ser gastos no período, de acordo com nota divulgada pelo ONS.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.