Termina o horário de verão

Após 119 dias em vigor, o horário de verão termina em 11 Estados e no Distrito Federal. Se ainda não ajustou o relógio, lembre que desde meia-noite de sábado o relógio deve ser atrasado em uma hora. A medida provocou a redução de 4,5% no consumo de energia no horário de pico em todo o País, segundo o governo federal.

16 de fevereiro de 2013 | 22h45

A diminuição na demanda por eletricidade no horário de pico foi de cerca de 2.477 megawatts (MW), ou 4,5% do consumo do País, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Ano passado, quando o horário de verão durou duas semanas a mais, a redução no consumo foi de 2.555 MW. Ainda segundo o ONS, como as usinas termelétricas estavam em pleno funcionamento, a medida contribui para recuperar os reservatórios de água das hidrelétricas.

O governo calcula que cerca de R$ 200 milhões deixaram de ser gastos no período, de acordo com nota divulgada pelo ONS.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.