AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Termina rebelião em cadeia de Foz do Iguaçu

Acabou a rebelião na cadeia pública de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Os 820 presos liberaram os seis reféns e permitiram a entrada da Polícia Militar no prédio. Os detentos estão sendo mandados de volta às celas. A onda de motins que atinge São Paulo chegou ao interior paranaense na manhã deste domingo. Além de Foz Iguaçu, rebeliões aconteceram em mais três cidades: Cascavel, Toledo e Assis Chateaubriand.Na cadeia de Cascavel, os 495 presos iniciaram o movimento por volta das 6 horas, arrebentando todas as grades das duas alas do prédio. Eles também atearam fogo em colchões. O delegado de plantão Donizete Botelho, disse que a situação ficou tensa por algumas horas e o motim foi controlado por volta das 13 horas. Os presos informaram que a ordem para o início do motim veio por meio de telefones celulares de São Paulo com integrantes do PCC.Em Toledo e Assis Chateaubriand, as rebeliões iniciaram simultaneamente às 15 horas e terminaram duas horas e meia depois da intervenção da polícia. Segurança MáximaEm Catanduvas, no oeste do Paraná, será inaugurado no próximo mês um dos primeiros presídios federais de segurança máxima. A unidade deve abrigar alguns líderes do PCC, segundo o Departamento Penitenciário Nacional.A lista com os nomes dos presos que vão ser transferidos para a penitenciária de Catanduvas deve ser divulgada nas próximas semanas.

Agencia Estado,

15 de maio de 2006 | 10h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.