Termina rebelião em Contagem

Após mais de 79 horas de duração, terminou no final da tarde de hoje a rebelião na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana da capital mineira.De acordo com informações da Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG), os 103 presos do pavilhão 2 libertaram os três funcionários do presídio que eram mantidos reféns. Segundo o major Zoé Ferreira dos Santos, da 38ª Companhia da PM, osamotinados aceitaram uma "rendição incondicional". Elegarantiu que "nenhuma reivindicação" dos detentos foi atendida.De acordo com a PM, os reféns - dois agentespenitenciários e o vice-diretor de Segurança do presídio, Ruy França Júnior - foram encaminhados para exames no Hospital Municipal de Contagem. Segundo o major, eles passam bem, apesar de terem sofrido algumas agressões e ficado mais de três dias em poder dos rebelados, sem comida e água.O motim, o quarto somente este ano na Nelson Hungria, começou no final da manhã da última quarta-feira, quando era servido o almoço. Inicialmente, cinco pessoas foram feitas reféns.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.