Termina rebelião em Petrópolis

Terminou a rebelião na delegacia de Petrópolis, Região serrana do Rio. O motim começou por volta de 20h de ontem, quando um carcereiro foi feito refém. Dos 20 presos que fugiram, dez foram recapturados, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública. O preso Odácio Furtado, de 72 anos, única vítima da rebelião, teve um enfarte e não resistiu. Os detentos reclamavam da superlotação e pediam transferência. A delegacia, que antes do motim abrigava 119 presos, foi cercada por policiais militares e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Pouco antes do fim da rebelião, os pastores da Igreja Universal, Alexandre Vieira dos Santos e Daniel Santos, chegaram à delegacia. Os presos haviam exigido a presença de pastores evangélicos nas negociações, mas a secretaria nega que eles tenham influído na rendição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.