Termina rebelião em Presidente Venceslau

A Secretaria de Segurança Pública anunciou agora há pouco o fim da rebelião no Presídio de Presidente Venceslau. A Secretaria não informou quantos reféns foram libertados, mas deve realizar uma coletiva para dar mais informações daqui a pouco.Outras 16 penitenciárias ainda encontram-se rebeladas no Estado. São elas: Carandiru, Complexo Carandiru (Casa de Detenção e Penitenciária), Belém, Franco da Rocha e Guarulhos, na grande São Paulo, e Campinas (Cadeia Pública de São Bernardo), Presidente Bernardes, Marilia, Mirandopolis, São Vicente, Tremembé, Iperó, Itirapina, Araraquara, Avaré, e Hortolândia.Cerca de 45 funcionários e 1.230 visitantes estavam no interior do Complexo Penitenciário do Carandiru no momento em que teve início a rebelião de cerca de sete mil detentos, por volta de meio-dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.