Termina rebelião na Febem em Campinas

Terminou, por volta das 6h desta manhã, a rebelião de 66 dos 77 internos da Unidade de Internação Provisória (UIP) nº 5 da Fundação Estadual para o Bem Estar do Menor (Febem). localizada no Jardim Amazonas, em Campinas, interior do Estado. Os nove monitores feitos reféns foram liberados sem ferimentos graves. Um dos internos ficou ferido na cabeça. Parte da unidade foi destruída pelos internos, que atearam fogo em colchões e subiram no telhado, armados de paus e pedras e pedaços das telhas quebradas. O motim começou por volta das 22h de ontem após um grupo de 11 adolescentes conseguir fugir. Como o restante foi impedido de escapar, os monitores foram dominados pelos que ficaram no interior da UIP.Um efetivo de 120 homens, entre policiais militares e guardas municipais, cercou a unidade e, após negociação, conseguiu liberar os reféns. A corregedoria da Febem irá apurar denúncia de maus tratos e facilitação de fuga por parte de monitores.

Agencia Estado,

16 de abril de 2004 | 07h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.