Termina rebelião na Superintendência da PF

O policial federal Marcos Bandeira, que foi mantido durante cinco horas como refém pelo assaltante Marcelo Boreli acabou de ser libertado. A informação é da assessora de imprensa da Polícia Federal, Viviane da Rosa. Segundo ela, a negociação para liberação do agente ocorreu sem incidentes e a polícia federal descobriu que a pistola usada para ameaçar o agente era, na verdade, uma arma de brinquedo artesanal feita pelo grupo de Boreli.Segundo a assessoria, a justiça federal já autorizou a transferência do assaltante da Superintendência da Polícia Federal para Curitiba. Agentes do comando de operações táticas da PF (COT) entraram na cela para controlar a situação.

Agencia Estado,

03 de maio de 2001 | 13h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.