Terremoto atinge República Dominicana e Haiti

Um terremoto atingiu na manhã deste sábado uma área castigada pelas enchentes na fronteira entre a República Dominicana e o Haiti, onde tempestades e deslizamentos de terra resultaram na morte de cerca de 1.100 pessoas ao longo da última semana.Não há informações disponíveis sobre danos ou vítimas por causa do terremoto. Além disso, não é possível entrar em contato telefônico com pessoas na região. As linhas de comunicação foram derrubadas em meio às enchentes. O abalo sísmico de 4,4 graus na escala Richter ocorreu às 9h44 (horário local) e durou quatro segundos, disse José Luis German, porta-voz da defesa civil dominicana.De acordo com ele, o epicentro foi detectado 33 quilômetros abaixo da superfície perto da cidade dominicana de Jimani, mas no lado haitiano da fronteira. A região fronteiriça entre os dois países que dividem a Ilha Hispaniola foi a mais afetada pelas enchentes.Terremotos dessa magnitude podem causar alguns danos em circunstâncias normais. A área, porém, já foi duramente afetada por enchentes e deslizamentos de terra que causaram a morte de pelo menos 1.100 pessoas, segundo números conservadores de governo. As cifras do governo incluem apenas os corpos recuperados e excluem os desaparecidos. Hoje, fortes chuvas voltaram a atingir a região.Ajuda externaAinda neste sábado, um avião da Cruz Vermelha espanhola partiu rumo à República Dominicana com 12 toneladas de equipamentos para ajudar os sobreviventes da tragédia. Enquanto isso, 42 soldados brasileiros desembarcaram no Haiti para liderar uma nova missão de manutenção da paz da Organização das Nações Unidas (ONU).Os militares participarão de uma missão que substituirá a força multinacional comandada pelos Estados Unidos no Haiti depois da deposição do presidente Jean-Bertrand Aristide. Outros 150 soldados brasileiros deverão desembarcar no Haiti na terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.