Tesoureiro de colégio é morto a golpes de barra de ferro no Rio

A violência no Rio não dá trégua e fez nova vítima hoje à tarde. O tesoureiro do Centro Interatlântico de Ensino, uma escola localizada no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste, foi assassinado a golpes de barra de ferro. Ele tentava se defender da ação de dois bandidos encapuzados e armados, que invadiram o colégio. Seu nome ainda não foi divulgado. Os criminosos, depois da sessão de tortura, ainda atearam fogo no prédio, de dois andares, que ficou parcialmente destruído.O tesoureiro morava na escola, assim como um inspetor, trancado numa sala após presenciar o assassinato. Ele conseguiu fugir depois. Não houve aula no colégio e o diretor da instituição, Luís Antônio Roncoli, muito abalado, não soube relatar o que fôra roubado pelos bandidos. A Polícia Militar trabalha com a hipótese de que a morte do tesoureiro tenha sido um ato de vingança. A tragédia deixou em pânico vizinhos do colégio, situado numa rua residencial do bairro, um dos mais nobres do Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.