Teste dirá se acusado de matar inglesa é doente

Deve ser divulgado na próxima semana o resultado da avaliação psicológica do goiano Mohammed d?Ali Carvalho, de 21 anos, acusado de matar e esquartejar a inglesa Cara Marie Burke, de 17, no ano passado. A previsão é do diretor da Divisão de Apoio da Junta Médica do Tribunal de Justiça (TJ) de Goiás, Adriano Carvalho de Oliveira. O testes, feitos em janeiro, deverão ser analisados com o exame de sanidade mental efetuado em dezembro. Carvalho está preso sob a acusação de homicídio qualificado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.