Testemunha confirma que viu Eliza e filho em sítio do goleiro Bruno

Polícia colhe depoimentos em Contagem; laudo de manchas de sangue deve sair em pelo menos 20 dias

estadão.com.br

30 de junho de 2010 | 20h57

SÃO PAULO - Uma das testemunhas que prestaram depoimento nesta quarta-feira, 30, na Delegacia de Homicídios de Contagem, em Minas Gerais, confirmou ter visto Eliza Samudio e seu filho no sítio do goleiro Bruno Fernandes, em Esmeralda, região metropolitana de Belo Horizonte, segundo informações da Polícia Civil.

 

Veja também:

linkSítio do goleiro é furtado em Minas Gerais

 

Na terça-feira, vestígios de sangue foram achados no sítio e em um dos carros do atleta, mas somente após análises de DNA a polícia poderá determinar se os resultados condizem com as amostras genéticas de Eliza. O laudo deve ficar pronto em pelo menos 20 dias, de acordo com a delegada Alessandra Wilke, de Contagem.

 

Hoje, Bruno participou de um treino fechado ao público e à imprensa no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na zona oeste do Rio. Afastado da intertemporada que o time realiza em Itu, no interior paulista, até que sua participação no desaparecimento de Eliza seja esclarecida, o goleiro realizou atividades físicas, treinou defesas, conversou e sorriu em diversos momentos para os seus companheiros.

 

Após o treino, por volta de meio-dia, o jogador saiu em uma picape preta com os vidros escuros e foi para a sua residência, em um condomínio no Recreio dos Bandeirantes (zona oeste), sem dar declarações aos jornalistas. O motorista chegou a sair com o veículo algumas vezes, mas o atleta aparentemente ficou em casa.

 

Ontem, o advogado Monclar Gama, da equipe de Michel Asseff - que representa o goleiro -, disse que Bruno está à disposição. "É só ligar que colocamos ele no avião e vamos para Contagem."

 

(Com reportagem de Eduardo Kattah, Thiago Dantas e Pedro Dantas, de O Estado de S. Paulo)

Tudo o que sabemos sobre:
Bruno FernandesRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.