Testemunha de assalto é executada em Osasco

A adolescente Chalitta da Silva Martins, de 16 anos, foi morta a tiros, por volta das 20h desta terça-feira, na esquina da Rua Sempre Viva com a Rua Osório Duque Estrada, no Jardim das Flores, periferia de Osasco, na Grande São Paulo. A garota foi baleada quando voltava para casa depois de um dia de trabalho no Mercado Quatro Irmãos, onde trabalhava havia apenas dois meses. Segundo parentes da vítima, que estava ao lado de duas amigas quando foi baleada, esse era o primeiro emprego de Chalitta.Os tiros foram disparados por dois homens que ocupavam uma moto e atingiram a garota no pescoço e no abdômen. A adolescente foi levada para o Hospital Mário Gatti; depois transferida para o Hospital Antonio Giglio; e por último para o Hospital Regional de Osasco, onde morreu. A família de menor acredita que ela tenha sido morta por ter testemunhado um assalto ocorrido no último domingo no mercado onde trabalhava. Chalitta deverá ser enterrada na cidade de Ibirarema, na região de Marília, interior do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.