Testemunha do seqüestro de Daniel recebe proteção

O empresário Sérgio Gomes da Silva, principal testemunha do assassinato do prefeito de Santo André (SP), Celso Daniel (PT), foi oficialmente incluído a partir de hoje no Programa de Proteção à Testemunha da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa Humana (DHPP) de São Paulo. A inclusão de Gomes foi proposta no final da noite de ontem pelo delegado Armando de Oliveira Costa Filho, da 1ª Delegacia do DHPP, designado pela direção do órgão para presidir o inquérito que apura o assassinato do prefeito.Gomes depôs ontem, por mais seis horas seguidas, no DHPP. Assim que acabou o depoimento, foi convidado a entrar no Serviço de Proteção, que hoje pela manhã oficializou a inclusão do empresário. "Gomes é a única testemunha ocular do seqüestro e a proteção especial é importante para garantir sua integridade, por motivos óbvios", justificou o advogado do empresário, Marcílio Carneiro.O empresário passa a contar com esquema especial de segurança montado pelo DHPP e deverá seguir normas rigorosas de conduta para garantir a continuidade de sua inclusão no programa. Aconselhado pelo Serviço de Proteção, Gomes cancelou a entrevista coletiva que havia marcado para amanhã, na sede de sua empresa, a SóDiesel, em Santo André. Esta é a segunda vez que a coletiva é cancelada. A primeira havia sido marcada para ontem, às 16 horas, mas o empresário foi convocado para depor no DHPP no mesmo horário.De acordo com o advogado do empresário, o próprio delegado Costa Filho sugeriu o cancelamento da coletiva. "Isso iria expô-lo muito, o que o delegado não considerou adequado neste momento em que as investigações estão ainda no início", relatou Carneiro. O advogado disse que a assessoria de Gomes deverá decidir, ainda hoje, sobre a possibilidade de divulgação de uma nota à imprensa com um relato minucioso dos fatos, na versão do empresário. "Há um consenso de que ele deve se pronunciar, mas estamos estudando a forma mais adequada", avaliou Carneiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.