Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Testemunha que teria visto execução de jovens vai depor

O corregedor da Polícia Civil, delegado Paulo Passos, pretende ouvir nesta quinta-feira o depoimento de uma "testemunha-chave" que teria visto a provável execução de dois jovens por policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), grupo de elite da Polícia Civil, na segunda-feira.Moradora do Morro da Providência, no Santo Cristo (centro), onde ocorreu a operação policial, a testemunha deverá ir à tarde à sede da corregedoria, afirmou o delegado. Anteontem, foram afastados os cinco policiais que participaram da operação. O diretor da Core, delegado Gláucio Santos, foi exonerado.A operação da polícia no morro ocorreu após ataque a tiros feito por traficantes em direção ao helicóptero da Polícia Civil que seguia para o Complexo da Maré com agentes da Core. Um fotógrafo do jornal O DIA estava na aeronave. Ele fotografou Charles Machado da Silva, de 16 anos, Luciano Custódio Sales, de 24 anos, rendidos numa viela, com as mãos na cabeça.Os dois, horas mais tarde, morreram no Hospital Souza Aguiar, no centro. As famílias reconheceram os mortos como os jovens que aparecem rendidos e desarmados nas fotos.

Agencia Estado,

29 de setembro de 2004 | 21h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.