Testemunhas fazem reconhecimento de assassinos de moradores de rua

Quatro testemunhas estiveram, nesta terça-feira, no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para o reconhecimento de dois suspeitos dos ataques contra moradores de rua na região central da cidade no mês passado, que resultaram em sete mortos e oito feridos.Os dois suspeitos teriam sido reconhecidos em fotografias e a Polícia Civil chamou testemunhas para um reconhecimento pessoal. O delegado responsável pelas investigações, Luiz Fernando Teixeira Lopes, do DHPP, disse que as investigações continuam "e que é prematuro falar alguma coisa". Segundo ele, nenhum dos suspeitos está detido. Seus nomes estão sendo mantidos em sigilo pela polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.