Testemunhas não reconhecem dupla suspeita de matar fotógrafo

A Polícia de São Bernardo do Campo informou que os dois homens presos nesta madrugada na periferia da cidade não têm participação na morte do fotógrafo Luiz Antônio Costa, da revista Época, assassinado ontem em frente à entrada do acampamento de sem-teto erguido num terreno da Volkswagen. As testemunhas que presenciaram o crime não reconheceram os homens como sendo o autor do disparo e seu acompanhante. Segundo os policiais, os dois estavam no acampamento dos sem-teto ontem e teriam sido apontados como suspeitos. Como não foram reconhecidos, serão liberados. As informações são da Rádio CBN.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.