Testemunhas prestam depoimento sobre morte de Glauco

Viúva, enteada e mulher de Raoni, filho do cartunista que também foi assassinado, depõe nesta segunda, 15

Priscila Trindade, do estadao.com.br

15 de março de 2010 | 14h56

A viúva do cartunista Glauco, Beatriz Galvão, a enteada dele e a mulher de Raoni, filho do cartunista, prestam depoimento na tarde desta segunda-feira, 15, na Delegacia Seccional de Osasco, na Grande São Paulo. As testemunhas chegaram na delegacia por volta do meio-dia.

 

linkApós confessar crime, suspeito de matar Glauco aguarda transferência

link Cadu me levava flores, diz amiga de infância

link Motorista envolvido diz ter sido sequestrado

blog EDMUNDO LEITE: Henfil, a influência de Glauco

 

Glauco Vilas Boas, de 53 anos, e seu filho Raoni, de 25, foram mortos a tiros na chácara onde moravam na madrugada de sexta-feira, 12.

 

O estudante Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, de 24 anos, suspeito de ter cometido o crime, foi detido por volta das 23 horas de domingo, 14, em Foz do Iguaçu, no Paraná, quando tentava entrar no Paraguai. Para fugir, o suspeito roubou um carro.

 

Ao ser abordado por policiais rodoviários federais, o estudante iniciou um tiroteio e um policial ficou ferido no braço. De acordo com a PF, o agente passa bem.

 

Carlos Eduardo é conhecido da família e frequentava a igreja Céu de Maria, adepta aos princípios do Santo Daime, fundada por Glauco.

Tudo o que sabemos sobre:
Glauco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.