Tiririca estreia em votações e aperta o botão errado

Em sua primeira votação como deputado, Tiririca (PR-SP) errou e apoiou a emenda do PSDB que elevaria o mínimo para R$ 600. Durante o dia, ele disse que apoiaria os R$ 545 do governo. Na hora de votar, porém, Tiririca estava perto dos tucanos e votou votando "sim" aos R$ 600.

Eduardo Bresciani, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2011 | 00h00

A assessoria de Tiririca nega que o deputado tenha se rebelado e afirmou haver um engano do parlamentar na hora de apertar o botão no sistema eletrônico. Na emenda dos R$ 560, Tiririca se redimiu e seguiu a orientação do governo, rejeitando o valor.

Outros deputados celebridades não cometeram o mesmo erro. O ex-jogador Romário (PSB-RJ) e o ex-boxeador Popó (PRB-BA) seguiram seus partidos e votaram contra o mínimo maior. O ex-BBB Jean Willys (PSOL-RJ) e o ator Stephan Nercessian (PPS-RJ) votaram a favor dos R$ 600.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.