Tiro mata uma criança e fere outra em casa

A polícia de Monte Mor investiga a possibilidade de que um disparo acidental tenha matado Alisson Muniz, de cinco anos, e ferido no joelho sua irmã, de seis anos, na madrugada de ontem, no Jardim Moreira, em Monte Mor, interior de São Paulo. Segundo depoimento dos parentes, as crianças estavam sozinhas e dormiam na cama da mãe quando foram atingidas. Um outro irmão, de 7 anos, dormia na mesma cama, mas não ficou ferido. Segundo o delegado Luiz Antônio Loureiro Nista, os parentes foram ouvidos hoje e há várias contradições nos depoimentos. O delegado contou que pediu exames técnicos, inclusive para apurar o trajeto do tiro que atingiu as crianças. Ele disse suspeitar que um único disparo tenha atingido os dois irmãos e que tenha sido usado um revólver calibre 38, mas explicou que aguarda o resultado do exame de balística. Logo após o crime, a mãe das crianças, Kátia Muniz da Silva, contou que havia saído para tomar uma injeção na casa de uma vizinha e passou na casa de uma tia. Kátia morava com os três filhos, de pais diferentes, nos fundos da casa da mãe. Ela tem um namorado, que não mora com a família. Alisson foi atingido na nuca e morreu no hospital. A menina não corre risco de morte. Testemunhas disseram que dois homens encapuzados foram vistos próximo à casa. "Não há nenhuma informação que aponte para vingança", comentou o delegado. Nada foi roubado e a arma não foi localizada. A avó Durvalina Alves Muniz, que mora na casa da frente, confirmou que a família não tem inimigos. Nista explicou que ouviu parentes e vizinhos hoje e está checando as informações dos depoimentos. Segundo o delegado, nenhuma hipótese está descartada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.