Tiros acidentais matam duas crianças no Vale do Paraíba

Uma menina de três anos morreu vítima de um tiro acidental, na manhã de quarta-feira, 21, na cidade de Cunha, no Vale do Paraíba. Ela e o irmão, de 13 anos, estavam brincando na casa de um vizinho, onde havia uma espingarda calibre 28. O adolescente estava mexendo na arma quando a irmã se aproximou para olhar pelo cano da espingarda. O tiro foi disparado acidentalmente, segundo a Polícia Civil, e atingiu o rosto da menina, que morreu na hora.O vizinho José Orestes de Oliveira Müller vai responder por negligência e por porte ilegal de arma. Ele deixou as crianças sozinhas na casa e saiu para trabalhar. Os nomes dos irmãos, que moravam no bairro Charquinho, zona rural, não foram revelados pela polícia.Nesta semana, na última terça-feira, o estudante Igor da Conceição, de 9 anos, morreu da mesma maneira, em São José do Barreiro, também no Vale do Paraíba. Ele estava com um revólver de brinquedo quando decidiu convidar outros colegas da mesma idade para a brincadeira. Um outro adolescente resolveu pegar um revólver calibre 38 para mostrar a Igor, quando houve o disparo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.