Tiroteio deixa 1.300 alunos sem aula no centro do Rio

Policiais entraram nos morros da Coroa e da Mineira em busca de acusados de arrastão no Túnel Santa Bárbara

Fabiana Marchezi, Central de Notícias,

19 Agosto 2009 | 11h22

Um dos detidos é acusado de ser o 2º homem do tráfico no Morro da Mineira. Foto: Wilton Júnior/AE

 

Cerca de 1.300 alunos da Escola Municipal Estados Unidos, no Catumbi, centro do Rio de Janeiro, estão sem aula nesta quarta-feira, 19, em razão de um intenso tiroteio entre policiais e supostos traficantes dos morros da Coroa e da Mineira. Pelo menos dois acusados de pertencer ao tráfico de drogas foram presos pela manhã. Um deles, Juan Pereira, conhecido como Gordo AK, é considerado o segundo homem do tráfico no Morro da Mineira.

 

De acordo com a Polícia Civil, cerca de 100 policiais civis de duas delegacias realizam uma operação nas favelas em busca dos homens que tentaram fazer um arrastão no Túnel Santa Bárbara no último dia 11.

 

Os policiais também buscam armas, drogas e tentam confirmar informações do Setor de Inteligência da polícia. Não há previsão para o fim da operação.

 

Texto ampliado às 15h21 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.