Tiroteio deixa 17 crianças feridas em escola no Rio

Dezessete crianças foram feridas dentro de uma escola pública durante um tiroteio num dos acessos ao Morro da Fazendinha, no Complexo do Alemão, no Rio de Janeira. Oito delas foram baleadas. Nove crianças foram atendidas com escoriações e ferimentos leves no posto de saúde de Del Castillho e liberadas. As baleadas foram transferidas para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Até agora, seis crianças permanecem internadas, mas nenhuma corre risco de morte. Algumas foram feridas apenas por estilhaços. Entre as baleadas, Jocilaine Félix de Souza, de 13 anos, teve uma bala alojada no pé esquerdo. "Ela contou que os tiros começaram de repente e a professora mandou todo mundo se jogar no chão", disse a mãe da menina, Lucieni de Souza. Um menino, cujo nome não foi divulgado, foi atingido no fêmur e deve passar por uma cirurgia.O tiroteio começou por volta das 11 horas desta quarta-feira, 7. Segundo a Polícia Militar, policias do 16 º Batalhão receberam uma denúncia de que havia veículos roubados na favela e foram atacados por traficantes da Fazendinha quando abordavam um suspeito numa motocicleta. Moradores da comunidade, no entanto, sustentam que foram os policiais que atiraram contra a escola, que permaneceu fechada durante a tarde. O muro da escola foi perfurado pelas balas.Texto alterado às 19h50 para correção do número de feridos

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.