Efe
Efe

Tiroteio deixa 3 mortos na Rocinha e polícia mantém invasão

No começo da manhã, policiais encontraram casa de refino de droga e 1 tonelada de maconha foi apreendida

Pedro Dantas, O Estado de S. Paulo

25 de março de 2009 | 12h38

Após uma troca de tiros na localidade conhecido como Valão, na Favela da Rocinha, zona sul do Rio, dois supostos traficantes acabaram mortos em uma casa no fim da manhã desta quarta-feira, 25. No local, foram apreendidos dois fuzis e recarregadores. Com essas mortes, sobe para três o número de mortos na operação que a Polícia Civil realiza desde o início da manhã na comunidade. Logo no início da ação, outro susposto criminoso havia sido morto durante um tiroteio.

 

Veja também:

mais imagens Galeria com fotos da operação na Rocinha 

link Beltrame culpa usuários por violência no Rio

 

No começo da manhã, pelo menos 1 tonelada de maconha foi apreendida na Rocinha. Nesta manhã também foram apreendidos dois fuzis, três pistolas e uma granada; dois laboratório usados para o refino de drogas foram encontrados na operação, que conta com cerca de 250 policiais civis. Os policiais chegaram à favela por volta das 6 horas, quando houve intenso tiroteio. Três supostos traficantes ficaram feridos, segundo a polícia.

 

Todos os acessos da Rocinha estão ocupados. Além disso, dois fuzis e cartões clonados foram apreendidos. Não há informações sobre prisões. As escolas públicas que funcionam na região não tiveram a rotina alterada por causa da operação. A Secretaria Municipal de Educação informou que a creche funciona normalmente. O comércio também permanece aberto.

A operação desta quarta é continuação das ações que acontecem desde o fim de semana, quando traficantes da Favela da Rocinha tentaram invadir a Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, para tomar pontos de venda de drogas. A intenção é impedir que traficantes rivais consigam dominar a venda de drogas na favela, de acordo com a polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.