Tiroteio em baile funk deixa um morto e quatro feridos em BH

De acordo com a PM, testemunhas contaram que dois homens chegaram em uma moto ao local da festa e atiraram

Marcelo Portela, O Estado de S. Paulo

14 de julho de 2014 | 16h09

BELO HORIZONTE - Uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas durante um tiroteio em um baile funk no fim da noite de domingo, 13, em Belo Horizonte. Fabrício Santos Silva, de 19 anos, chegou a ser socorrido após ser baleado no evento que era realizado em uma das ruas do bairro Aarão Reis, no norte da capital mineira, mas não resistiu e morreu no Hospital Risoleta Tolentino Neves, na região de Venda Nova. 

Também foram atingidos quatro rapazes com idades entre 16 e 22 anos que, segundo a Polícia Militar (PM), foram encaminhados a unidades de saúde da capital sem risco de morrer. Um deles, de 17 anos, apesar de ter levado quatro tiros ainda conseguiu conversar com os militares e negou saber quem são os suspeitos do crime, assim como o motivo do ataque. De acordo com a PM, testemunhas contaram que pouco antes da 0h desta segunda, dois homens em uma moto chegaram à Rua A, onde ocorria a festa, e começaram a atirar no grupo.

Fabrício foi atingido no tórax e em uma das pernas. As demais vítimas foram baleadas nos braços, pernas e genitália. Três delas também foram atendidas no hospital de Venda Nova e Leonardo Gomes dos Santos, de 18, foi encaminhado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro Primeiro de Maio, onde ficou internado sem risco de morrer, assim como os colegas. Até a tarde desta segunda ninguém havia sido preso e a Polícia Civil ainda investiga o motivo do ataque.

Tudo o que sabemos sobre:
Belo Horizonteviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.