Tiroteio em banco deixa seis feridos em Porto Alegre

Um tiroteiro durante uma tentativa de assalto a uma agência do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) deixou seispessoas feridas, uma delas em estado grave, nesta sexta-feira, em Porto Alegre. Por volta do meio-dia quatro homens armados entraram na agência, localizada no bairro Moinhos de Vento, e anunciaram o assalto.Segundo um dos cerca de 50 clientes que estavam no local, um vigilante reagiu e entrou em luta corporal com um dos bandidos, que respondeu disparando para todos os lados até abrir espaço para a fuga.A quadrilha levou apenas o revólver do vigilante. Na fuga, usou umautomóvel Astra que foi abandonado e trocado por um Chevette a poucas quadras da agência bancária. Os feridos foram encaminhados ao Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre. Naira Beckmann da Silva, de 47 anos, vítima de um tiro na cabeça, permanecia internada na Unidade de Tratamento Intensivo no início da noite. Outras quatro pessoas ficaram feridas sem gravidade, por tiros deraspão. A funcionária da limpeza do banco, Claudia Beatriz Pires dos Santos, 30 anos, atingida na região lombar, havia sido transferida para a agência do bairro Moinhos de Vento para superar o trauma de ter ficado como refém num assalto à agência onde trabalhava em janeiro, no bairro Menino Deus.Em seu dia de folga, o soldado Estanislau dos Santos, da BrigadaMilitar, estava no banco fazendo um depósito. Os dois tiros que levou rasparam a cabeça e um ombro. Também foram atingidos pelos disparos o estagiário do banco Caio Eduardo Bievell e a cliente Débora Margareth Naffi. O sexto ferido, o vigilante Paulo Gomes Pereira, escapou dos tiros, mas sofreu escoriações na nuca, nos braços e nas costas.

Agencia Estado,

27 de dezembro de 2002 | 17h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.