Tiroteio em churrascaria de Porto Alegre deixa 1 morto e 3 feridos

Dois homens encapuzados invadiram restaurante; polícia vê características de execução

Maíra Teixeira, do estadão.com.br

28 de março de 2010 | 20h15

Um homem morreu e três pessoas ficaram feridas após um tiroteio ocorrido dentro de uma churrascaria na zona norte de Porto Alegre. Por volta das 13h deste domingo, 28, dois homens encapuzados invadiram a Churrascaria do Bigode e atiraram no atleta Edgar Vidaleti da Silva, de 32 anos. Ele foi atingido na cabeça e no peito e morreu no local. Na hora, havia cerca de 40 pessoas no restaurante. Segundo a polícia civil, foram realizados cerca de 10 disparos o que causou tumulto e desespero entro os clientes.

 

As outras vítimas, todas de uma mesma família e que estavam sentadas na mesa de trás da vítima, levaram tiros de raspão. Entre elas havia uma grávida, Adriana Cristiane Vargas Silveira, de 38 anos, que foi atingida na barriga, mas passa bem e o bebê está fora de perigo. O filho dela, Andrei Vargas Silveiro, de 13 anos foi atingido no local do bolso da calça, onde havia um chaveiro, e o irmão de Adriana, Jacques Melo Vargas, de 39 anos, foi atingido na perna, mas passa bem.

 

Segundo o Comissário Valdemir Ferreira, do Centro Integrado de Segurança Pública de Porto Alegre, o crime tem características de execução, mas a vítima tem bons antecedentes criminais. Os dois assassinos chegaram de bicicleta, mas fugiram a pé. A polícia realiza buscas na cidade e investiga a motivação do crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.