Tiroteio em shopping mata um e provoca pânico

Uma suposta tentativa de assalto no Shopping Aeroclube Plaza Show, um dos maiores da capital baiana resultou na morte de um assaltante e ferimento em dois funcionários, provocando pânico entre os freqüentadores do local ontem à noite. Segundo a polícia baiana, que até manhã de hoje não havia levantado todos os detalhes do caso, Sandro Lima Pereira, de 22 anos, tentou junto com dois colegas assaltar a loja de jogos eletrônicos Magic Games, sendo morto a tiros por um vigilante. Os dois comparsas de Pereira fugiram e dois funcionários da loja - Marco Silva e Valmir Campos - saíram feridos, sendo medicados no Hospital Geral do Estado e liberados hoje. Milhares de pessoas, (a maioria jovens) estavam no shopping no momento do tiroteio. Houve correria em direção à pista da Avenida da Orla e à Praia da Boca do Rio, já que o Aeroclube localiza-se à beira-mar. Milagrosamente ninguém se feriu no tumulto. O administrador do shopping, Ewerton Visco, reconheceu que ocorreu uma "infelicidade" do vigilante que atirou dentro da loja. "O funcionário tentou resolver um problema de forma atabalhoada, para o qual ele não estava preparado", comentou. Ele informou que somente os seguranças que vigiam o estacionamento portam armas e, por essa razão, não são autorizados a entrar na parte interna do shopping. Visco disse que todos os funcionários do shopping e das lojas passarão por um treinamento intensivo para evitar que caso se repita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.