Tiroteio entre traficantes deixa dois mortos no Rio

Dois corpos não-identificados foramencontrados hoje em ruas nos arredores do morro da Mineira, noEstácio (bairro próximo ao centro do Rio). Um tronco carbonizadofoi localizado por policiais militares na rua Sampaio Ferraz porvolta das 7h e, duas horas mais tarde, o cadáver de outro homemmorto a tiros foi achado dentro da mala de um carro na ruaZamenhof. Os policiais também encontraram, na rua Maia Lacerda,uma cabeça que, acreditam, pertencia ao corpo do homemcarbonizado.Segundo a polícia, os dois homens foram assassinados namadrugada de hoje durante um tiroteio entre facções rivais detraficantes da Mineira. Na troca de tiros, uma menina de 9 anosfoi ferida com estilhaços de bala. Ela foi levada para oHospital Municipal Souza Aguiar, centro do Rio. Na confusão, umadolescente de 14 anos também teria ficado ferido, ao levar umtombo durante a correria para escapar do tiroteio.Policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar foramavisados sobre a troca de tiros durante a noite e, por volta das6h, decidiram ocupar o morro. Cerca de 30 policiais participaramda operação. Na favela, eles encontraram uma granada e umrevólver calibre 38. Ninguém foi preso.Mais tarde, quando faziam vistoria nos arredores domorro, foram informados sobre os corpos. Por volta das 9h, ospoliciais foram informados sobre um Escort preto (placasLCN-0825), que havia sido abandonado no bairro. O carro tinhasido roubado na noite anterior próximo ao metrô do Estácio. Namala, eles acharam o corpo de um homem morto a tiros.Os policiais acreditam que os dois homens mortos faziamparte de uma das facções rivais em guerra no morro da Mineira.Para os PMs, o homem encontrado na mala do Escort teriaparticipado do roubo do carro e teria sido morto durante otiroteio entre os ladrões e o dono do carro, um policialfederal. Os ladrões teriam conseguido fugir e escondido o corpona mala.Os policiais continuaram a operação de buscas no morroda Mineira até o fim da tarde, mas não conseguiram ter maispistas sobre os assassinatos. O uso de armamentos pesados nomorro da Mineira foi noticiado e registrado em fotos publicadasno último sábado pelo jornal O Globo. Na reportagem, homense crianças armadas aparecem nas fotos montando guarda em váriospontos do morro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.