Tiroteio entre traficantes fere dois

Um adolescente de 15 anos e um sargento da Polícia Militar ficaram feridos após novo tiroteio entre traficantes no Morro da Coroa, no Rio Comprido, zona norte do Rio de Janeiro.Há uma semana traficantes rivais estão em guerra para assumir o controle do comércio de drogas na Coroa. O comandante geral da Polícia Militar, coronel Wilton Soares, determinou neste domingo que outros 30 homens fossem enviados para a favela - desde terça-feira passada, 25 policiais ocupam o local, o que não impediu novos confrontos entre traficantes durante a semana.Houve várias trocas de tiros no morro durante a madrugada, segundo os moradores. Uma delas ocorreu perto do Túnel Santa Bárbara, que liga a zona sul à zona norte, assustando motoristas que passavam pelo local. Num dos conflitos, um adolescente de 15 anos, que passava pela Rua Itapiru, um dos acessos ao morro, foi baleado na perna. Os traficantes também atiraram contra um carro da PM, ferindo de raspão o sargento Marcos do Nascimento, atingido na testa."Não houve invasão. O que ocorreu foram trocas de tiros", afirmou o comandante Wilton Soares. "É possível que algum invasor ainda estivesse escondido no morro, e por isso houve o confronto". O drama dos moradores da Coroa começou na madrugada do último dia 6, quando 30 traficantes de oito favelas, que integram a facção criminosa Comando Vermelho, tentaram invadir o morro.A polícia só ocupou a área de conflito pela manhã e apreendeu 25 armas (18 pistolas e sete fuzis) e 10 carros roubados. Na noite de quinta-feira, o grupo voltou a tentar ocupar o morro, dominado pelo Terceiro Comando Rebelde, apesar da presença da polícia. Dois traficantes foram mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.