Tiroteio interrompe circulação de metrô no Rio

Circulação foi retomada nos dois sentidos da linha 2 do metrô; não há informações sobre feridos

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

03 Julho 2009 | 11h59

Um tiroteio entre polícias militares e criminosos no Morro do Juramento, no subúrbio do Rio, interrompeu a circulação dos trens da Linha 2 do metrô, entre as estações de Tomás Coelho e Vicente de Carvalho.

 

Segundo a Polícia Militar, a troca de tiros teve início por volta das 11 horas, quando os policiais do 9º BPM (Rocha Miranda) foram ao local para averiguar uma denúncia. Ao chegarem, foram recebidos à bala. Ainda não há informações sobre feridos ou mortos, de acordo com a PM.

 

Por conta do tiroteio, próximo à estação de Tomás Coelho, a circulação de trens do metrô ficou totalmente paralisada nos dois sentidos entre 10h46 e 11h05, por motivo de segurança, de acordo com a assessoria do Metrô.

 

Após o início da troca de tiros, a venda dos bilhetes foi interrompida e o dinheiro das passagens foi devolvido aos usuários que não queriam esperar a volta da circulação. Os trens já voltaram a circular normalmente, segundo a assessoria.

Mais conteúdo sobre:
Riotiroteiometrô do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.