Tiroteio suspende funcionamento do teleférico do Complexo do Alemão

De acordo com a SuperVia, que administra o teleférico, o serviço ficou interrompido por mais de 40 minutos

Marcelo Gomes, O Estado de S. Paulo

10 de abril de 2014 | 13h10

RIO - Um tiroteio ocorrido na manhã desta quinta-feira, 10, entre policiais militares e traficantes no Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro, suspendeu o funcionamento do teleférico que liga a estação ferroviária de Bonsucesso a várias favelas da região por questões de segurança.

De acordo com a SuperVia, que administra o teleférico, o serviço ficou interrompido das 10h57 às 11h35. Ainda segundo a empresa, os passageiros foram informados pelo sistema de áudio das cabines e estações sobre o problema e puderam desembarcar em suas estações de destino.

A troca de tiros ocorreu na Rua Joaquim de Queiroz, no Morro do Alemão, logo após os PMs terem apreendido uma van roubada. Criminosos atiraram na direção dos policiais, que revidaram. Dois suspeitos foram detidos.

Na noite de terça-feira, 8, um PM foi baleado durante outro confronto com traficantes no Complexo do Alemão. Identificado como Rodrigo Taboas Mendes, o policial foi atingido no braço. Lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Favela do Jacarezinho, ele reforçava o patrulhamento no Morro do Alemão, que também possui uma UPP. O confronto ocorreu na localidade conhecida como Avenida Central, por volta das 21h30.

Tudo o que sabemos sobre:
Complexo do Alemãoteleférico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.