Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

TJ arquiva processo contra Hanna Garib

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou hoje que seja arquivado o processo no qual o ex-vereador e o ex-deputado Hanna Garib e o advogado Rodrigo Caram são acusados de subornar testemunhas. O processo estava em andamento na 4ª Vara Criminal. Em setembro de 2000, eles teriam oferecido dinheiro a testemunhas para que alterassem seus depoimentos, na ação penal em que Garib é acusado de chefiar a máfia dos fiscais da prefeitura de São Paulo.O habeas-corpus foi impetrado pelo advogado Laertes de Macedo Torrens em favor de Rodrigo Caran, em nome da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Ele sustentou que o alegado crime de suborno não se configurou, pois as pessoas, às quais teriam sido oferecido dinheiro, não estavam arroladas no processo como testemunhas. A 3ª Câmara Criminal do TJ concedeu o habeas-corpus à Caram, mas estendeu o benefício à Hanna Garib.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.