TJ depende de sistema para pagar precatórios

SÃO PAULO

, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2010 | 00h00

O pagamento de precatórios em São Paulo está parado há seis meses e só pode recomeçar quando o Tribunal de Justiça tiver novo sistema de informatização capaz de adaptar a ordem dos beneficiários à Emenda Constitucional 62. A advertência foi feita por Flávio Brando, presidente da Comissão Especial dos Precatórios Judiciais da OAB-SP, preocupado com o fato de a empresa não ter sido escolhida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.